XVIII Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão Mensagem do Primeiro-Ministro do Japão Shinzo Abe

XVIII Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão

Mensagem do Primeiro-Ministro do Japão Shinzo Abe (31 de agosto de 2015, Porto Alegre)

          Gostaria de parabenizá-los pela realização da XVIII Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão.

          Visitei o Brasil em agosto do ano passado e tive a honra de reunir-me com a presidente Dilma Rousseff. Concordamos em abordar o relacionamento Japão-Brasil de forma abrangente, posicionando-o como uma “parceria global estratégica”. Doravante, ambos os países irão exercer um papel vanguardeiro na busca de soluções para os problemas concernentes ao desenvolvimento global, além de contribuírem significativamente em prol da paz mundial. Esta é a nova parceria entre nossos dois países, que eu pude confirmar junto com a presidente do Brasil.

          Durante minha visita ao Brasil, apresentei, em São Paulo, as diretrizes da política externa japonesa para a América Latina. São resumidas em três princípios básicos: “Progredir Juntos”, “Liderar Juntos” e “Inspirar Juntos”. O Japão irá unir esforços e sentimentos com os povos da América Latina, ora compartilhando sofrimentos e esforços, ora compartilhando alegrias.

          Neste ano, comemoramos os 120 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre o Japão e o Brasil. No decorrer de uma longa história que remonta a mais de um século, o Japão e o Brasil vieram construindo um relacionamento especial baseado nos “laços entre as pessoas”. A comunidade japonesa no Brasil representa a maior comunidade de japoneses e descendentes no mundo fora do Japão. Além disso, inúmeros projetos de âmbito nacional foram implantados no Brasil, como o Programa de Cooperação Nipo-Brasileiro para o Desenvolvimento dos Cerrados, a siderúrgica Usiminas, dentre outros, e muitas empresas japonesas se instalaram no Brasil.

          Além do relacionamento baseado nos “laços entre as pessoas”, ambos os países vieram cultivando e compartilhando valores fundamentais como a liberdade, a democracia, a soberania do direito, o respeito aos direitos humanos fundamentais.

          E, somando-se aos laços humanos e aos valores fundamentais, o que desde outrora une nossos dois países é o estreito relacionamento econômico. O Brasil é privilegiado por possuir uma vasta extensão territorial, um mercado de 200 milhões de pessoas e uma abundância de recursos naturais. Na ocasião de minha visita ao Brasil, em 2014, pude reunir-me com empresários de ambos os países que buscam ampliar as parcerias para novas áreas, como sistemas de transporte urbano e saúde, para além das áreas tradicionais de nossa cooperação, como exploração de recursos naturais, comércio, agricultura e indústria, o que me fez perceber fortemente a vontade em desenvolver o relacionamento econômico entre os dois países.

          Na esfera econômica de ambos os países, várias discussões estão sendo realizadas no âmbito do Grupo de Notáveis do Comitê de Cooperação Japão-Brasil. Na reunião do Grupo de Notáveis realizada em maio deste ano, no Rio de Janeiro, foram sistematizadas propostas promissoras sobre ações em setores prioritários, a saber do petróleo e gás natural, automobilístico, do fortalecimento da cooperação industrial e da infraestrutura, bem como sobre a consecução de sistemas de acompanhamento dessa ações. Recebi pessoalmente dos representantes japoneses do Grupo de Notáveis o relato dos trabalhos.

          Estou ciente de que, como consequência dessas discussões, nesta edição da Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, serão discutidos inúmeros pontos que envolvem também possibilidades de novas iniciativas voltadas para uma ampliação ainda maior dos negócios entre os dois países. Fico feliz em saber que está havendo um prosseguimento ininterrupto dos assuntos tratados na cúpula dos chefes de governo realizada no ano passado.

          Finalizo a presente mensagem desejando o sucesso da Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, fazendo votos de saúde para seus participantes e para todo o povo do Japão e do Brasil, bem como de muitos progressos nas relações entre nossos dois países.
 
Shinzo Abe – Primeiro Ministro do Japão