Visto de Curta Permanência

LEIA COM ATENÇÃO

 

(Turismo, Visita a Parentes, Congressos, Negócios, Trânsito)


(Este tipo de visto não permite exercer atividade remunerada no Japão)
 

Documentos Necessários:

  1.  Passaporte válido (e os passaportes anteriores com visto japonês)
  2.  Formulário impresso da SOLICITAÇÃO DE VISTO PARA ENTRAR NO JAPÃO digitalizada ou preenchida com letra de forma
  3.  Uma foto 4,5 X 4,5 cm ou 3,0 X 4,0 cm recente (tirada há no máximo 6 meses), com fundo branco e sem data
  4.  Cópia da reserva de passagem de ida e volta,  partindo do Brasil (individual para cada passageiro)
  5.  Cópia autenticada da carteira de identidade (SSP), ou CNH, ou original com cópia
  6.  Cópia da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (todas as páginas, inclusive o recibo de entrega)
  7.  Documentos que comprovem a finalidade da viagem (abaixo o cronograma de viagem - individual)

 

NEGÓCIOS:

  • Carta da Empresa original detalhando o motivo da viagem, relacionando nomes, telefones e endereços das empresas a serem visitadas, e mencionando o responsável pelo custeio das despesas.

 

TURISMO:

 

VISITA A PARENTES/AMIGOS:


Apresentar os seguintes documentos do parente/amigo residente no Japão:
  • - Carta de Garantia em português, inglês ou japonês no modelo da Embaixada (ORIGINAL). Disponível no site.
  • - Comprovante de rendimento (declaração do imposto de renda (GENSENTYOSHUHYO) emitida pela prefeitura, etc.).
  • - Carta explicativa do convite individual em português, inglês, japonês no modelo da Embaixada (ORIGINAL). Disponível no site.
  • Atestado de Residência (JUMINHYO - original) se for japonês ou Atestado de Residência (JUMINHYO, não pode ser a versão resumida) e cópia de todas as páginas do passaporte, com todos os carimbos e cópia do cartão de permanência (frente e verso), se for estrangeiro.

 

PARTICIPAÇÃO EM CONGRESSOS/CONCURSOS OU TORNEIOS ESPORTIVOS (AMADORES):


Carta convite individual original em português, inglês, japonês; ou o convite múltiplo em japonês; ou ainda panfleto explicativo sobre o evento ou algum documento que o substitua.

*Obs: CASO NECESSÁRIO, OUTROS DOCUMENTOS PODERÃO SER SOLICITADOS

 

Isenção de visto para entrada no Japão


O Japão mantém acordos de isenção de visto com alguns países para entrada com finalidade de turismo, negócios, trânsito, etc., sem exercer atividade remunerada. (O Brasil não faz parte desse grupo.)
A lista de países isentos de visto nos casos acima está disponível no site do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão:

http://www.mofa.go.jp/j_info/visit/visa/index.html.

 

VISTO DE TRÂNSITO


Documentos Necessários:
  • 1. Passaporte válido (e os passaportes anteriores com visto japonês)
  • 2. FORMULÁRIO DE PEDIDO DE VISTO PARA ENTRAR NO JAPÃO (download PDF somente em português), preenchido e assinado conforme o passaporte
  • 3. Uma foto 4,5 X 4,5 cm ou 3,0 X 4,0 cm recente (tirada há no máximo 6 meses), fundo branco e sem data
  • 4. Cópia da reserva de passagem de ida e volta, partindo do Brasil - individual
  • 5. Cópia autenticada da Carteira de Identidade (SSP), ou CNH, ou original com cópia
  • 6. Cópia da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (todas as páginas, inclusive o recibo de entrega)
  • 7. Tirar o visto do país de destino antes do visto japonês, quando necessário

 

*Obs: CASO NECESSÁRIO, OUTROS DOCUMENTOS PODERÃO SER SOLICITADOS
 
  •  Para todos os documentos do requerente deverão ser apresentadas CÓPIAS AUTENTICADAS RECENTES (6 meses), ou original com cópia.
 
  •  Com relação à solicitação de vistos com outras finalidades, que não as apresentadas, favor contatar o Departamento Consular.

Atenção:
Para dar entrada ou retirar o visto é obrigatória a presença do próprio requerente. Em caso de impossibilidade de comparecimento, serão admitidas solicitações ou retiradas mediante a presença apenas de familiares em primeiro grau (pais, irmãos e cônjuges) munidos de documentação que confirme o parentesco. Em caso de visto de negócios, é necessária a presença de funcionários portando identificação da empresa (crachas ou carteiras de trabalho). No caso de solicitações mediante agências de viagem, é obrigatório que o portador apresente uma autorização ou procuração devidamente autenticadas em cartório e em nome do requerente em favor do portador.